domingo, 16 de maio de 2010

Esperança para o mercado fonográfico?

Segundo a edição brasileira deste mês da revista Billboard, reconhecida mundialmente como uma das mais importantes publicações especializadas em música, o sucesso de vendas do mais recente álbum solo do guitarrista Slash (ex-Guns’n’Roses e Velvet Revolver) se apresenta como uma esperançosa alternativa para representantes do mercado fonográfico.

Slash teve seu álbum lançado em um pacote que integra o CD, auto-intitulado, acompanhado de uma edição especial da famosa revista Classic Rock. O sucesso das vendas ultrapassou as expectativas dos representantes pela distribuição tanto do CD quanto da revista, que pesquisam a idéia de lançar trabalhos de outros artistas veteranos neste formato, do “brutal” Slayer ao eletrônico Depeche Mode.

Este tipo de distribuição também já foi testado por alguns artistas no Brasil há certo tempo como Supla e o guitarrista “Tomati”, que integra a banda do programa do apresentador e entrevistador Jô Soares.

Por aqui, este tipo de lançamento pode servir, também, como uma experiência para fortalecer a divulgação e o incentivo a alguns artistas, dos famosos aos não tão conhecidos, até mesmo de forma independente, já que, de acordo com declarações de diversos músicos brasileiros, as grandes gravadoras no Brasil aparentam não valorizar o artista em geral pelo seu trabalho de forma justa.

Nenhum comentário: