quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

As manifestações culturais e seu papel na sociedade

O papel das manifestações culturais

Tanto no campo individual quanto no campo social, as manifestações culturais se originam e se mantêm pela identificação de valores ou simplesmente pela tradição, fatores predominantes como hábitos culturais. Porém, há a arte popular desvalorizada e tratada por alguns como marginalizada, por servir de resistência cultural durante muito tempo a alguns grupos sociais excluídos.

A arte incomoda os poderosos, na medida em que exige vontades e direitos do povo, pois o artista faz parte deste e, muitas vezes, aponta novas idéias sociais que acabam sendo incompreendidas ou censuradas ao longo da história. No caso das manifestações culturais de uma forma geral, o povo que faz sua arte, mantendo a chama acesa de suas raízes, como forma de protesto ou simplesmente como auto-valorização e imposição de seus valores.

A apropriação abusiva nas manifestações culturais

Um problema constante é a comercialização desmedida em torno das manifestações culturais, que tem como consequência o desvirtuamento de sua intenção original. É impossível filtrar as mudanças que ocorrem na arte em geral, pois ocorrem aleatoriamente e de acordo com ideais diversos ou até mesmo adversos entre si, de forma regional ou universal. Porém, a questão parece estar longe de ideais concretos, mas perto da produção desses grandes eventos de forma mascarada e ao mesmo tempo atrativa como entretenimento.

Há uma enorme diferença entre abrir espaço para essas manifestações e vender midiaticamente esse meio de expressão popular como produto, direta ou indiretamente. Transformadas em produto, muitas vezes essas manifestações perdem sua força a medida que são comercializadas e acabam se estagnando ou sendo substituídas rapidamente por outro produto mais vendável. Um exemplo desse tipo de acontecimento é a confusão que muitas pessoas desinformadas fazem com a música caipira regional de raiz e a música sertaneja de hoje em dia.

2 comentários:

jader resende disse...

O negro é também um grande exemplo, pela resistência de suas tradições e cultura mantida em todo mundo durante toda vida.
Abraços

Lilian Diniz disse...

muito obrigada pelas informaçoes