terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Resenha: Monster Magnet - '4 Way Diablo' (2007)


Já pensou em um festival de bandas de rock alternativo, todas influenciadas principalmente pelo peso intenso e denso do Black Sabbath e a visceralidade do Led Zeppelin, entre outras grandes bandas de Hard Rock/Metal da mágica década de 70? Assim pode ser previamente definido o Stoner Rock, subgênero do Rock’n’Roll que teve seu auge na década de 90, no qual pode ser encontrado um peso nostálgico e moderno ao mesmo tempo.

Nesse mar de ondas sonoras gigantescas, há grupos surpreendentes como o Monster Magnet, que mistura todas essas influências já citadas sem deixar de apresentar identidade própria e única.

Guitarras contagiantes gritam através de distorções em ‘riffs’ densos e pesados, diretos e fenomenais – sem nunca perder a visceralidade do bom e velho Rock’n’Roll. Faixas como “Wall of Fire”, uma verdadeira tempestade de nostalgia e peso, são marcadas por simplicidade e intensidade.

Além do instrumental impecável que permeia esse “arroz-com-feijão” muito bem feito - tanto pelas guitarras quanto pela ‘cozinha’ da banda -, os bons vocais passam a impressão de que estamos nos primórdios do Hard Rock.

Recomendado para amantes de qualquer vertente do bom e velho Rock’n’Roll, principalmente aqueles que curtem um som direto e bem feito e que tenham mente aberta o suficiente para assimilar de forma positiva e clara tantas influências grandiosas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Caro Ricardo,

Por um acaso seu ´pai trabalha na PETROBRAS??? Caso afirmativo, ele está me devendo um HD para eu fazer um "upload" de um material muito bom...

Gostei do texto sobre o Monster... sugiro um outro sobre Buddy Hooly. Aliás, o que tens a dizer desse outro "monster".

Ass.: Mauricio Martins