domingo, 21 de março de 2010

Arte das ruas!...

Muitos com certeza já se impressionaram com o talento de artistas de rua, talentosos mesmo em seu anonimato. Porém, nem só de alegrias é formado o palco que se torna a rua, os semáforos, entre outros espaços urbanos nos quais se tem a oportunidade de parar para ver um pouco de arte gratuita, mesmo quando essa implora atenção ou esmolas.

Por trás de um artista que transforma a faixa de pedestres num palco circense, sem ser convidado, há um improviso desesperado que reflete a falta de espaço e incentivo à classe artística em geral. De fato, por trás desse quadro, sempre me emociono com a arte das ruas e talvez seja esta a alma do negócio para esses injustiçados artistas.

Originalidade e apelo emocional são pratos cheios para chamar atenção do público em qualquer expressão artística! Porém, talvez por não terem um grande apoio midiático, entre outras formas de incentivo, artistas com capacidade de improvisação rara em escolas de pintura se perdem no esquecimento, como, por exemplo, um pintor que me impressionou fazendo paisagens em chapas com tinta spray, com a sutileza típica dos traços de aquarela.

Nenhum comentário: